segunda-feira, 28 de junho de 2010

BOA SEMANA


O que eu adoro em ti



Não é a tua beleza

A beleza é em nós que existe

A beleza é um conceito

E a beleza é triste

Não é triste em si

Mas pelo que há nela

De fragilidade e incerteza



O que eu adoro em ti

Não é a tua inteligência

Não é o teu espírito sutil

Tão ágil e tão luminoso

Ave solta no céu matinal da montanha

Nem é a tua ciência

Do coração dos homens e das coisas.



O que eu adoro em ti

Não é a tua graça musical

Sucessiva e renovada a cada momento

Graça aérea como teu próprio momento

Graça que perturba e que satisfaz



O que eu adoro em ti

Não é a mãe que já perdi

E nem meu pai



O que eu adoro em tua natureza

Não é o profundo instinto matinal

Em teu flanco aberto como uma ferida

Nem a tua pureza. Nem a tua impureza.



O que adoro em ti lastima-me e consola-me:

O que eu adoro em ti é a vida

Manuel Bandeira



 
 
 
Olá amigos(a) com estão?Eu estou ainda com muita coisa pra fazer,mas sempre que posso faço uma visitinha.Por isso não vou escrever muito...srsr.Deixo pra vocês este poema do Bandeira que achei lindo,espero que gostem também.Desejo a todos uma semana feliz,pois o Brasil ganhou e deliciosa.
Beijos da scorpys.

Ouvindo,Madonna live to tell

3 comentários:

mulherpolvo disse...

bandeira sob uma foto dessas, amei!!
Depois disso, tenho certeza de que a minha semana será ótima!!!

José Viana Filho disse...

Tenha um otimo final de semana Scorpys e volte sempre postando belos poemas e excelentes textos!!

bjs

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
A beleza do espírito, causa admiração; a da alma, estima; e a do corpo, AMOR.